Defensoria, comunidade e rede de assistência social garantem resgate de idoso em situação de vulnerabilidade no Angelim

    O Núcleo de Direitos Humanos (NDH), da Defensoria Pública do Estado (DPE/MA, intermediou resgate de um idoso em situação de rua, com severos problemas mentais, e que estava em surto psicológico no bairro do Angelim. As articulações foram feitas pelo titular do NDH, o defensor público Jean Carlos Nunes Pereira, junto à Secretaria Municipal da Assistência Social, ao Corpo de Bombeiros, à Samu, e contou com apoio de moradores da região.

    Segundo informações, o idoso apareceu na região e apresentava sinais de deficiência física e mental. Compadecidos com a situação, vizinhos levavam roupas, alimentos e itens de combate ao coronavírus, como máscaras. O problema se agravou com as chuvas que caíram na capital no sábado e o idoso ficou mais alterado, falando sozinho e imitando animais.

    A advogada Brenda Nunes, moradora do bairro e que entrou em contato com a Defensoria, juntamente com outros vizinhos, explicou que a união resultou em uma grande ação em favor de um cidadão em clara situação de vulnerabilidade.

    “Em plena noite de sábado, às 22h, a Defensoria já havia articulado uma rede enorme de apoio, sem contar com as inúmeras pessoas que ajudaram aquele senhor durante todos esses dias. Foi incrível e um grande exemplo de solidariedade e união”, destacou a advogada.

    De acordo com Jean Nunes, o idoso já se encontra sob atendimento médico e que o serviço de assistência prosseguirá em busca de sua família. “O serviço da Defensoria nunca para e, neste caso, assim como em muitos outros, só́ foi possível graças ao esforço conjunto e articulado da comunidade e das instituições de assistência e de segurança pública, às quais agradecemos”, disse o defensor público, informando que os Bombeiros e a Samu acalmaram o cidadão, levando-o em ambulância para o hospital Nina Rodrigues, onde permanece sendo tratado.

    _

    Veja Também

    keyboard_arrow_up